Blog Section

Mastopexia: a cirurgia dos seios caídos

A mastopexia, o levantamento de peito caído (ptose mamária), é uma operação que procura resolver um problema puramenteestético. 

Na maioria dos casos, as correções são associadas à uma redução mamária. 

Origem da queda mamária

A queda pode ser congênita ou ser proveniente de diversos fatores:
pode ter origem familiar e aparecer em qualquer filha jovem;
pode aparecer com a idade ou surgir por mudanças drásticas de peso. Também pode acontecer depois de uma gravidez ou ser resultado de uma amamentação prolongada.

O famoso teste do “lápis”

Cada uma em sua casa pode fazer este teste, que consiste em colocar um lápis na dobrinha abaixo do seio. Se o lápis cair, você não tem nenhuma queda na mama. Se o lápis ficar preso na dobrinha, você pode ter um certo caimento. 

Diferentes tipos de mastopexia

Ainda que a queda se deva a uma hipertrofia mamária (seio pesado demais), seios de volumes normais, inclusive os pequenos, podem sofrer da mastopexia. 

Seios pequenos e caídos?

Nesse caso, a queda está ligada a incapacidade do seio para se suportar e manter uma boa posição do tecido adiposo e das glândulas. 

Queda em seios de volume médio

A mastopexia se deve a elasticidade cutânea. A idade e o crescimento são fatores que resultam em um seio caído. 

Cirurgia para cada caso

A cirurgia consiste em uma remodelação com o objetivo de elevar os seios e deixá-los com uma forma harmoniosa. 

Não existe uma única técnica de ‘cura’ e, sim, diversas, que dependem da anatomia de cada paciente. 
Sendo assim, dependendo do tipo de mastopexia, a mulher pode precisar de prótese de silicone ou fazer apenas uma redução.