Lipoaspiração

A cirurgia de lipoaspiração tem como finalidade retirar a gordura depositada no tecido subcutâneo, ou seja, entre a pele e o músculo, utilizando cânulas de aço que são introduzidas por pequenos orifícios na pele. O volume a ser retirado dependerá de cada paciente, pois existem alguns limites  para que este procedimento seja feito com segurança. Pode-se aspirar gordura sob a pele de praticamente todas as regiões do corpo, por exemplo, abdome, coxas, quadris, costas, peitoral (em homens), braços, abaixo do queixo, etc. Deixa-se um pequeno volume de gordura para acolchoar a região lipoaspirada, evitando irregularidades. Atualmente, é o procedimento cirúrgico mais realizado dentro da cirurgia plástica.

Esta cirurgia modela o corpo, ou seja, retira aquela gordura que não sairá com atividade física nem com procedimentos estéticos e quando o paciente resolve fazer regime, haverá uma redução do volume em todo o corpo e proporcionalmente, e continuará sem a modelagem desejada. Então, pela importância e responsabilidade do procedimento, a lipoaspiração é um procedimento cirúrgico, que deverá ser realizado em ambiente hospitalar, por um médico cirurgião plástico e com assistência de um médico anestesista.

O sucesso do resultado dependerá não somente do procedimento cirúrgico, como também dos cuidados de pós-operatório, que deverão ser intensivos e a longo prazo (1 ano). O uso de faixas compressivas e cinta modeladora são obrigatórios durante o tempo orientado pelo cirurgião e o acompanhamento de fisioterapeuta para a drenagem linfática é fundamental.

Nos primeiros meses, no local da gordura retirada haverá uma reação de cicatrização que promoverá a aderência da pele à gordura remanescente e ao músculo e a flacidez de pele, quando existe, será um pouco amenizada.

A cirurgia é realizada sob anestesia local e sedação, peridural e geral, dependendo de cada caso.
Esta cirurgia não tira você de atividade e dependendo do caso o retorno às atividade varia de 3 a 15 dias, dependendo do tamanho da cirurgia.