Blog Section

Existe contra-indicação para cirurgia plástica?

Apesar de ser a mais segura entre todas as especialidades cirúrgicas, a cirurgia plástica não deixa de ser uma cirurgia. Por isso, sempre haverá riscos, cuidados e precauções.
Para que o risco seja o menor possível, é importante que os fatores de risco iminentes ao paciente sejam minimizados. Ou seja, caso o paciente tenha pressão alta, ela deve ser controlada com medicamentos. Se tiver problema da tireóide, ou qualquer outro problema de saúde, estes devem também estar dentro do controle e os exames normalizados.
Outro fator de relevância é que a plástica não interfere em órgãos nobres (como intestino, fígado, coração, etc.), é uma cirurgia que mexe nos tecidos superficiais (pele, gordura, músculos). Assim, um risco de lesão grave também é raro.
Entretanto, há fatores que denotam contra-indicações até mesmo para a cirurgia plástica. Problemas de coagulação, infecção de qualquer área vigente no dia da cirurgia, problemas de coração, pulmão, fígado ou em outros órgãos nobres, que aumentem bastante o risco cirúrgico. Vale lembrar que o cirurgião plástico somente indicará a cirurgia se julgar o risco do procedimento mínimo e aceitável.