Blog Section

Cuide-se: Dicas para previr a flacidez de mama

Nenhuma parte do corpo é mais afetada pela gravidade do que os seios. Eles chegam a pesar quase dois quilos e o corpo feminino não possui um suporte natural para mantê-los no lugar por tantos anos. Os seios são feitos da soma das glândulas mamárias e gordura e são presos por centenas de pedaços de tecidos que os mantêm suspensos. O quão empinado eles vão ficar depende de seus genes, que regulam a quantidade de gordura, glândulas e tecido conjuntivo que eles contêm.
Há dois locais onde a gordura é encontrada na mama. Cerca de 70% está com as glândulas para formar o corpo principal do seio. A gordura é mais pesada que a glândula e, portanto, mais difícil de sustentar. Uma das melhores coisas que você pode fazer para seus seios é manter um peso corporal constante para a sua altura, que está dentro da faixa recomendada. O resto da gordura fica em uma camada de enchimento sob a pele. É isso que tende a mudar de espessura quando você ganhar ou perder peso. Se esta camada engrossa dramaticamente, ela afeta a pele de apoio, que permanecerá mais esticada mesmo que você emagreça novamente. Por isso, o efeito iô-iô causa mais flacidez. Muitas mulheres culpam a amamentação pela flacidez dos seios. Porém, pesquisas mostram que é a expansão e contração das glândulas mamárias causadas pela gravidez, e não a amamentação, que causam a queda. Um estudo americano entrevistou 132 mulheres procurando por cirurgias para subir ou aumentar os seios. Apenas cerca da metade tinha amamentado uma criança por um período médio de nove meses. Os pesquisadores não encontraram nenhuma diferença no grau de flacidez entre as mulheres que haviam amamentado e as demais.
O colágeno e elastina da pele vão diminuindo ao longo dos anos, mas a exposição ao sol e o fumo são fatores que aumentam a deterioração da pele dos seios. O exercício físico pode ajudar a manter os seios maiores, pois melhora a irrigação sanguínea e fortalece os peitorais. Porém, atividades de impacto, como a corrida, podem acelerar a queda dos seios devido ao desgaste dos ligamentos de suporte. O uso de top ou sutiã pode reduzir o movimento dos seios durante os exercícios em até 74%.
O hormônio sexual feminino estrogênio é responsável por fazer as mamas crescerem e estimula o desenvolvimento de uma rede de dutos que levam o leite aos mamilos. Durante o ciclo menstrual, ele aumenta os seios, porém seu nível começa a cair após a menopausa. O tecido que faz os peitos ficarem firmes também encolhe e é substituído por gordura, que é mais pesada e não resiste tão bem à gravidade.