Aumento das Mamas

Há cerca de 15 anos começou-se a observar um desejo nas mulheres do aumento das mamas. Enquanto há 20 anos tinha-se 10 paciente que reduziam as mamas para 1 que aumentava, hoje é o inverso.

A mamoplastia de aumento é a cirurgia na qual aumenta-se o volume das mamas. Para realizar este aumento, utilizam-se “Próteses de Silicone”, as quais apresentam vários formatos, alturas, tamanhos e tipos diferentes de revestimentos, assim como várias marcas de prótese, importadas e nacionais. Para decidir o tamanho da prótese a ser colocada segue-se determinados parâmetros:

  1. o desejo da paciente;
  2. o formato e tamanho do tórax;
  3. o formato e tamanho das mamas.

Quando a mama não tem flacidez ou a flacidez é leve, sem queda da mama, geralmente usa-se cicatrizes na região inferior das aréolas ou no sulco abaixo das mamas. Porém, quando existe flacidez de pele com queda das mamas, necessita-se monta-la sobre a prótese, gerando cicatriz ao redor da aréola, com ou sem cicatriz vertical.

A posição que a prótese ficará dentro da mama será sob o músculo ou sob a glândula. Utiliza-se a primeira alternativa quando as mamas são muito pequenas e necessitamos de uma cobertura maior sobre a prótese. Neste caso existe mais dor no PO e é necessário mais cuidados nos primeiros dias para evitar deslocamento da prótese. A prótese será colocada sob a glândula quando já existe um volume de mama satisfatório, ou a paciente faz atividade física excessiva e nesse caso tem menos dor.

Os cuidados de pós-operatório são principalmente referentes ao repouso dos braços nos primeiros dez dias. Após, a movimentação deverá ser lenta aumentando gradativamente com o passar do tempo, até que por volta de 20 dias vc poderá voltar às atividades habituais.

A anestesia utilizada poderá ser local e sedação, peridural ou geral. O período de internação será de cerca de 12 horas.